¨ i n t o ¨ t h e ¨ m i r r o r¨

01/05/2004

 

Um gélido vento está zunindo lá fora, um cinzento céu compõe um triste dia de outono. Isso lembra já um pedaço do inverno. Uma estação gostosa pra estar a caminhar sob o sol, num dia frio, tomando uma xícara de chocolate quente e assistindo filmes debaixo de cobertores... Isso lembra as férias de julho, que eu não tenho de verdade já faz uns dois anos, por causa da tal greve que ocorreu nas universidades em 2001. Mas o último ano está literalmente voando, o estágio muito interessante, e as preocupações com o depois do término já se antecipam. Estou planejando ir para Curitiba, vou prestar uma residência lá no Hospital Erasto Gaertner. Parece ser uma cidade muito gostosa pra se morar, onde o clima mais ameno mostra-se convidativo.

 



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 17h58 [] [envie esta mensagem]


11/04/2004

 

Do novo link adicionado: http://www.fotolog.net/everyday



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 20h15 [] [envie esta mensagem]



 

Algumas belas fotografias retiradas deste fotolog: http://www.fotolog.net/a_click



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 19h51 [] [envie esta mensagem]


09/04/2004

Stabat Mater (1736) : Monteverdi, Gabrieli, Pergolesi.

A música é uma arte que reflete dons inatos. Entretanto, o afinco no estudo de tal arte é também parte essencial do processo de crescimento dentro dela. Talvez eu tivesse facilidade para tocar piano, porém não tive oportunidade para estudá-lo quando mais jovem. Depois do básico do teclado e da flauta doce, e do insucesso com o violão, a vontade era de poder cantar. Vontade que fica cada vez maior quando presencio apresentações como o do Concerto de Páscoa, que aconteceu ontem à noite, no Teatro Ouro Verde: membros da orquestra sinfônica da Uel, coral, uma soprano e uma mezzo-soprano compunham o cenário de tal peça. A sonoridade era perfeita para retratar o tema, apesar de toda em latim, o significado da música pode mesmo assim ser compreendido. Até mesmo por leigos no assunto, que, como eu, apenas sonham em um dia poder ter o dom de produzir tamanha habilidade.



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 16h43 [] [envie esta mensagem]


04/04/2004

por rubras pétalas, lágrimas de chuva/como estilhaços de cristal/

 



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 22h35 [] [envie esta mensagem]



Há tempos não deixo aqui fragmentos de meus pensamentos. O estágio está roubando-me todo o tempo, com os estudos de Neurologia, uma disciplina complexa porém fascinante. Enquanto isso, vejo o tempo roubando-me os segundos de minha vida, aqueles em que eu podia debruçar-me sobre o parapeito da janela e ficar a contemplar os crepúsculos mais rubros e os dias mais coloridos desta pequena Londres. E começo a ver, como dentro de uma bola de cristal, toda a minha vida futura, fadada a uma busca, a uma explicação. E no fim de tudo, nada ainda pode ser revelado. Cada passo por vez, cada tempo em seu tempo. Assim é que deve ser.

 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 08h14 [] [envie esta mensagem]


13/03/2004

Ando, por vezes, dando volta em quarteirões, querendo sentir um pedaço do outono em pleno verão, final de tarde, brisa leve a soprar gelado no rosto. Vem junto uma tristeza dentro do peito, tal qual uma nostalgia ou simplesmente melancolia. As vitrines exibem cores, formas, estampas, enquanto olhos vidrados fixam-se nelas com fervor e desejo. E sinto-me invisível, vagando em meio ao concreto, sob as sombras dos edifícios, cruzando ruas, e esperando, de repente, cruzar com o destino numa dessas esquinas.

 



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 16h26 [] [envie esta mensagem]



Yellow are some flowers in the path, built with the Spring, somewhere far beyond.



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 16h07 [] [envie esta mensagem]


26/02/2004

Imagina que delícia de manhã, depois que o sol novinho derrete a neve, e um campo verde-folha, salpicado de brancas flores se abre em sua janela. Por que será que os fotologs das Netherlands são uns dos mais belos?! =)

http://www.fotolog.net/a_click/?photo_id=6457542



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 02h15 [] [envie esta mensagem]



Interpretação da música "Metal contra as nuvens"


> Por Maurício Moschen Silveira
> 1. Metal contra as nuvens
> METAL: espada (templários)
> NUVENS: celestial (igreja)
> 2. Por Deus nunca me vi tão só;
> A própria fé o que destrói;
> Estes são dias desleais;
> POR DEUS NUNCA ME VI TÃO SÓ: perda da terra santa, ou a descoberta da conspiração.
> A PRÓPRIA FÉ O QUE DESTRÓI: a igreja que eles tanto defendiam participa da condenação e da destruição da ordem templária.
> ESTES SÃO DIAS DESLEAIS: quem estava conspirando contra os templários, um dia esteve ao lado deles.
> 3. Eu sou o ouro em seu brasão;
> Me sabe o sopro do dragão;
> EU SOU O OURO EM SEU BRASÃO: a riqueza dos templários.
> ME SABE O SOPRO DO DRAGÃO: fogueira ,inquisição.
> 4. Quase acreditei na sua promessa;
> QUASE ACREDITEI NA SUA PROMESSA: certa vez, Felipe- o belo, prometeu proteção aos templários.
> 5. Perdi a minha cela e a minha espada;
> Perdi o meu castelo e minha princesa;
> PERDI A MINHA CELA E A MINHA ESPADA: não exige uma tradução.
> PERDI O MEU CASTELO E MINHA PRINCESA: castelo: o templo, princesa: a ordem.
> 6. E por honra se existir verdade;
> Existem os tolos e existe o ladrão;
> E há quem se alimente do que é roubo;
> E POR HONRA SE EXISTIR VERDADE: o julgamento dos templários, onde eles não tiveram chance de defesa.
> EXISTEM OS TOLOS E EXISTE O LADRÃO: tolos: clero(papa Clemente)
> Ladrão: Felipe- o belo
> E HÁ QUEM SE ALIMENTE DO QUE É ROUBO: volta a lembrar do rei Felipe, que desejava o tesouro dos templários.
> 7. Vou guardar o meu tesouro;
> Caso você esteja mentindo;
> VOU GUARDAR O MEU TESOURO: lembra algumas teorias do tesouro perdido dos templários.
> CASO VOCÊ ESTEJA MENTINDO: Jacques DeMolay se reuniu com Clemente V jurando inocência e dizendo que se eles fossem culpados, os templários entregariam o seu tesouro.
> 8. Olha o sopro do dragão;
> OLHA O SOPRO DO DRAGÃO: volta a lembra a fogueira da inquisição.
> 9. É a verdade que assombra;
> O descaso que condena;
> A estupidez o que destrói;
> É A VERDADE QUE ASSOMBRA: a verdade dos templários foi esquecida, nem foi ouvida, pelo contrário, foi criada uma verdade e imposta aos templários.
> O DESCASO QUE CONDENA: os templários "não notaram" que seus poderes e influencias chamou inveja e inimigos.
> A ESTUPIDEZ O QUE DESTRÓI: volta a atacar o clero que cegamente condenou os templários.
> 10. E u vejo tudo que se foi;
> E que não existe mais;
> EU VEJO TUDO QUE SE FOI E O QUE NÃO EXISTE MAIS: a ordem dos templários.
> 11. Tenho os sentidos já dormentes;
> O corpo quer, a alma entende;
> TENHO OS SENTIDOS JÁ DORMENTES; O CORPO QUER A ALMA ENTENDE: a narração de uma pessoa na fogueira.
> 12. E sei que devo resistir;
> Eu quero a espada em minhas mãos;
> E SEI QUE DEVO RESISTIR: não entregar os segredos dos templários, nem quebrar o seu juramento.
> EU QUERO A ESPADA EM MINHAS MÃOS: a luta ( o julgamento)
> 13. Não me entrego sem lutar;
> Tenho ainda coração;
> Não aprendi a me render;
> Que caia o inimigo então;
> NÃO ME ENTREGO SEM LUTAR, TENHO AINDA CORAÇÃO: Jacques DeMolay foi fiel aos seus princípios e ao seu juramento. Mesmo tendo uma confissão assinada, ele nega tudo assinando a sua condenação á morte
> NÃO APRENDI A ME RENDER, QUE CAIA O INIMIGO ENTÃO: a praga contra Nogaret, Felipe e Clemente.
> 14. E até lá vamos viver;
> Temos muito ainda por fazer;
> E ATÉ LÁ VAMOS VIVER: os templários perduram os séculos.....
> TEMOS MUITO AINDA POR FAZER: e continuam existindo.
>
> A MUSICA SE DIVIDE EM QUATRO PARTES:
> I. Conquista e perda da terra santa;
> II. Julgamento dos templários;
> III. Condenação de Jacques DeMolay;
> IV. Os templários continuam existindo.



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 01h18 [] [envie esta mensagem]


25/02/2004

Belo filme, O Último Samurai, somente visto hoje. Admiro o Bushido, faz-me sentir saudades do passado ancestral.



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 01h14 [] [envie esta mensagem]


22/02/2004

laranja flor dourando água, vidro e papel



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 23h17 [] [envie esta mensagem]


15/02/2004

novo, de novo

Uma vez mais, começando de novo, um novo espelho. Deixarei os velhos posts no zahras.blogspot.com. Aqui, os ventos rumam, deslizando à mercê do destino. Sejam bem-vindos, amigos.



 Escrito por ¤michele.t.k.¤ às 17h20 [] [envie esta mensagem]


 
 
 
       
   



BRASIL, Sul, LONDRINA, Mulher, de 20 a 25 anos, Português, Inglês, Arte e cultura, Cinema e vídeo, Música e Literatura
ICQ -







Histórico
  25/04/2004 a 01/05/2004
  11/04/2004 a 17/04/2004
  04/04/2004 a 10/04/2004
  07/03/2004 a 13/03/2004
  22/02/2004 a 28/02/2004



OUTROS SITES
    Alcarinquë - Jupiter's Lament
  Aos 4 Ventos
  Cardiotopia
  El Carcara Pasa
  Fábula Networks
  Lemniscata
  Na Floresta do Alheamento
  Palavras Tortas
  Tudo é Lindo Indo Além
  All Kinds of Water
  Altweibersommer`s View
  Click!
  Fotolog
  Jupiter's Eyes
  Peaceful Easy Feeling
  Yolima's Pictures
  0 X 99
  Everyday´s Photos


VOTAÇÃO
    Dê uma nota para meu blog